Downloads jeff

Parceiros

Image Hosted by ImageShack.us

Playsson Landia

Parceiros link

Nosso banner

Selecionar

Seja Parceiro Downloads Jeff

Copie o banner para seu site!

Pedido de parceria Clique Aqui e prencha seu formulário

Arquivo do blog


Posso perceber como o pessoal está tendo dificuldades em se adaptar com as novas regras ortográficas (não é para menos), então, desta vez, venho aqui fazer minha parte, tentando explicar de uma forma bem simples algumas coisas que mudaram.
Vamos lá:
Trema:
O trema, definitivamente, não existe mais. Exceto em nomes próprios, como ‘Müller’, por exemplo (em alguns casos, esta regra não fará diferença, pois muita gente já escrevia ‘linguiça’ assim mesmo, sem o trema...);K, Y, W:Estas letras, que antes não faziam, agora passam a fazer parte oficialmente do nosso alfabeto: agora ele é composto por 26 letras e não mais 23 (vai ser uma mudança apenas oficial, pois estas letras já fazem parte do nosso cotidiano há anos, né Willian?);
Acento diferencial:
Antes, usava-se acento diferencial para diferenciar as palavras ‘pelo’ (combinação de preposição com artigo) e ‘pêlo’ (substantivo, aquilo que o gatinho, por exemplo, tem no corpo); também se usava o diferencial para distinguir o pára (verbo) e o para (preposição). Bem, agora como não devemos mais usá-lo, se alguém me escrever "para Jéssica", eu não saberei se é para mim ou se é para eu parar... Haha! Intrigante, não?
Acento circunflexo:O tão famoso "chapeuzinho do vovô" não deve ser mais tão usado: não o usamos mais no plural dos verbos ler, crer, ver, dar (putz!)... Antes, ficavam assim: lêem, crêem, vêem, dêem... Agora, não possuem mais o acento, ficando grafados da seguinte forma: leem, creem, veem, deem.Também não será mais usado em palavras terminadas em hiato, como voo, enjoo (reparem que já escrevi sem acento; é para eu ir me acostumando...);
Acento agudo:Junto com o circunflexo, coitado, o acento agudo também será menos usado (´). Em paroxítonas (penúltima sílaba ‘mais forte’) com ditongo aberto, ele não existirá mais. Antes, escrevíamos assim: jibóia, assembléia, centopéia, geléia, idéia... Agora, fica assim: jiboia, assembleia, centopeia, geleia, ideia. (isso faz com que a pronúncia destas palavras perca a ‘obviedade’, infelizmente);Também não será usado nas palavras paroxítonas, com "i" e "u" tônicos, quando antes houver um ditongo (junção de duas vogais e que, na separação de sílabas, permanecem "juntas"). Antes, por exemplo, se escrevia ‘feiúra’, agora, será feiura;
Hífen:Este, com certeza, é um dos mais alterados pela Reforma Ortográfica. Suas novas regras são mais complexas e confusas que as anteriores. Veja alguns exemplos:O hífen será usado quando a primeira palavra terminar com uma vogal e a segunda começar com a letra H, como ‘anti-herói’, ‘anti-higiênico’, ‘extra-humano’;Será usado hífen quando a primeira palavra terminar em R e a palavra seguinte começar também em R, como ‘hiper-realista’, ‘inter-racial’, ‘super-resistente’;Usa-se o hífen em palavras formadas pelos prefixos ‘ex’, ‘vice’, como vice-campeão, ex-mulher;Usa-se o hífen em palavras que começam pelos prefixos ‘pré’, ‘pró’, como ‘pré-operatório’ e ‘pró-reitoria’. Também se usa com o prefixo "pós", se a palavra seguinte tiver significado próprio, como em ‘pós-graduação’ (graduação é uma palavra que tem sentido "sozinha").
Galera, aí estão algumas regras que passaram a existir depois do Acordo Ortográfico. Para o hífen, por exemplo, existem muito mais regras, mas seria impossível passar todas aqui. Foram passadas somente as mais relevantes.No entanto, se ligue com as novas "regrinhas", por que isso ainda vai "complicar" a vida de muita gente, inclusive a minha, enquanto não estivermos habituados. Ainda levaremos um bom tempo para estudar e dominar esta mudança...Um forte abraço a todos.

0 comentários

Postar um comentário

Seguidores

Nosso banner

Selecionar

Seja Parceiro Downloads Jeff

Copie o banner para seu site!

Pedido de parceria Clique Aqui e prencha seu formulário