Downloads jeff

Parceiros

Image Hosted by ImageShack.us

Playsson Landia

Parceiros link

Nosso banner

Selecionar

Seja Parceiro Downloads Jeff

Copie o banner para seu site!

Pedido de parceria Clique Aqui e prencha seu formulário

Arquivo do blog

Pode ser ignorância minha, mas sério, galera, eu não sabia que alguns ditos tão ‘famosos’ são falados de forma incorreta por nós
(falo ‘nós’ referindo-me a mim mesmo e boa parte – se não todas- das pessoas que convivo).
Mas chega de blá, blá, blá... Vamos a eles:
Costumamos dizer:
"Esse menino não para quieto, parece que tem um bicho carpinteiro." Quando o correto é: "Esse menino não para quieto, parece que tem um bicho no corpo inteiro. É, na minha infância, eu sempre me perguntava se poderia existir mesmo um ‘bicho carpinteiro’.



Também dizemos: "Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão". Mas o correto é: "Batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão. É, se batata é uma raiz, nasce enterrada, como poderia esparramar pelo chão, se fica embaixo dele?

Outro conhecido: "Cor de burro quando foge." Sendo que a maneira correta é: "Corro de burro quando foge." Pensando bem, burro muda de cor quando foge? Que cor ele fica? Hahaha...
Outro: "Quem tem boca vai a Roma." (Pensava que o significado deste, era que quem se comunicava, perguntava, iria a qualquer lugar... mas não...). E o certo é: "Quem tem boca, vaia Roma." (Isso mesmo, do verbo vaiar).
Mais um: "Cuspido e escarrado." (Quando alguém é muito parecido com outra pessoa; mas, pensando bem, que ‘nojo’, né? Hehe!). Quando a maneira correta é: "Esculpido em Carrara." (Carrara, Itália, onde se considerava haver o mármore mais perfeito).




E, por último: "Quem não tem cão, caça com gato." Entretanto, o correto é: "Quem não tem cão, caça como gato." (Ou seja, caça sozinho!) Este, eu entendia que quem não tinha cão para ajudar na caça, aceitava ajuda do gato mesmo. É... Tá certo que o gato não é muito de ajudar em caça (prefere caçar sozinho), mas vai que o bicho tá de bom humor, né? Hahaha!


Enfim, vai dizer que você costuma falar um desses ditos corretamente? Eu confesso que não costumava... Mas isso serve para a gente perceber que, muitas vezes, não prestamos atenção naquilo que falamos, falamos porque todo mundo fala, por mera repetição. Vamos (me incluo nessa) se ligar mais, né gurizada?Um abração a todos e até o próximo post!

0 comentários

Postar um comentário

Seguidores

Nosso banner

Selecionar

Seja Parceiro Downloads Jeff

Copie o banner para seu site!

Pedido de parceria Clique Aqui e prencha seu formulário